terça-feira, 23 de julho de 2013

Não é um adeus! :)

Olá pessoas queridas que acompanham/acompanhavam o blog!
Eu sumi, eu sei! Mas calma... Eu tenho uma boa e uma má noticia.
Vamos primeiro à má para depois a boa compensar, rs...

Eu passei um tempão doente esses tempos atrás... Tive cálculo renal e fiquei de cama à base de remédios e descanso total por um bom período. Não chegava nem perto do computador. Não tinha coragem e nem vontade, por isso demorei para vir aqui dar satisfações...
Bom, mas essa fase passou e agora já estou bem e de volta à ativa. A parte ruim é que eu vou me afastar um pouco do blog... Não vou excluir nem alterar nada do conteúdo porque tudo que escrevi e fiz aqui até hoje foi com muito amor e dedicação e eu tenho um carinho muito grande por esse pedacinho da minha vida.
O fato é que eu vou ter pouco tempo para me dedicar a ele e vou deixar para aqueles momentos que me der saudade ou que eu tiver um tempinho de sobra, nem que seja apenas para reler algo antigo...

Agora!
A notícia boa é que... Eu vou ter pouco tempo para o blog porque montei outro blog! EBAAA...
Resolvi criar e executar de um blog que aborda praticamente o mesmo conteúdo que temos aqui, porém numa plataforma mais completa, organizada e profissional.
Isso para mim está sendo algo muito importante pois eu amo o que eu faço e gostaria muito mesmo que desse certo. Já está dando!
Estou tendo algumas dificuldades nessa trajetória porque estou fazendo tudo sozinha, desde layout e design gráfico até configurações de programação/domínio e etc. mas estou muito animada e empenhada em melhorar cada vez mais!
Nesse outro blog ficarei mais confortável, estarei melhor hospedada e terei mais liberdade. Além disso o conteúdo será mais dinâmico, as postagens mais frequentes, as ideias fluirão mais e serão mais fáceis de executar, enfim! Espero que entendam e que continuem comigo!

Convido a todos que acompanharam e acompanham até hoje o Cupcake Virtual e convido também você que estava navegando na internet e caiu aqui sem querer, para fazerem uma visita e conhecerem o novíssimo Acid Diary!

Pessoal, a opinião de vocês é importantíssima para mim... Entrem lá, me digam o que estão achando, comentem, opinem, reclamem, falem comigo rsrs...
Se gostarem e se puderem, também se inscrevam no canal do youtube (sim, temos videos agora!) e sigam nossa página no facebook! Isso me ajuda MUITO na divulgação. Estou deixando todos os links e contatos aqui embaixo do post.  :)

Obrigada por tudo e principalmente pelo tempo e atenção que vocês dedicaram até hoje lendo tudo que eu escrevia... Continuem comigo e espero que gostem!
Beijos, estarei xeretando por aqui também sempre que possível ;)



SITE: http://www.aciddiary.com/
FACEBOOK: https://www.facebook.com/aciddiary
TWITTER:https://twitter.com/aciddiary
INSTAGRAM: @aciddiary / http://web.stagram.com/n/aciddiary










segunda-feira, 8 de abril de 2013

Origamis: Enfeite para Dani-> Kusudama Electra + Kusudama Loop + Tsuru

Sobre a Seção: Origami resumidamente é uma arte japonesa que consiste em dobrar papéis e transformá-los em representações de seres e objetos sem utilizar cola ou tesoura.
Eu sempre tive uma veia artística muito aflorada, e desde pequena me encanto quando vejo qualquer forma de arte do meu interesse. E uma delas é o Origami.
Um belo dia com meus sete ou oito anos de idade eu juntei um dinheirinho suado da mesada e comprei dois livros que eu estava de olho já fazia tempo. Um de origami e outro de desenho estilo cartoon...
Eu havia criado muitas expectativas, comprei papel especial, me preparei toda e quando fui tentar dobrar não consegui fazer NADA nem uma porcaria de um sapinho, rs. Na época não tinha internet nem nenhuma outra forma de conhecer pessoas/espaços que tivessem os mesmos interesses que eu, então concluí que eu era realmente péssima e esqueci o livro na estante, porém jamais deixando de admirar essa arte.
Anos depois, já com esse absurdo de informações e acesso ilimitado à internet resolvi tentar de novo...
E foi então que cai num mundo maravilhoso de cores, formas, papéis e dobras. E me senti "Alice no país das dobraduras", rsrs... Desde então não parei mais, pra mim é um hobby e uma terapia. Existem livros maravilhosos, canais no Youtube, sites que disponibilizam diagramas e informações para quem quer começar do zero, livros para download e etc. É só procurar!

Meu intuito aqui é apenas mostrar o que eu fizer e quem sabe despertar o interesse de quem tinha vontade de fazer mas não sabia por onde começar. Não vou explicar nem ensinar sobre isso desde o começo porque como eu disse, existem muitos espaços ótimos só com essa finalidade e este é um blog de variedades. Mas vou procurar sempre colocar minhas fontes, vídeos, diagramas e o que for possível para facilitar a vida de quem tiver boa vontade de aprender.
As legendas e símbolos de dobras dos diagramas são universais, em caso de dúvidas aqui tem um resumo.

Hoje em dia eu vejo que aquele livro para mim foi mesmo uma porcaria (eu tenho ele até hoje), não sei se a didática dele é ruim, se eu que não soube aprender, se na época em que foi feito ele foi considerado bom e depois ficou obsoleto... Sei lá, mas depois de tudo isso e de todo esse tempo o que eu sei é que eu ainda não consegui dobrar quase nada que tem lá, rsrs... Mas essa história me reafirmou o quão gratificante é correr atrás de algo sem nunca desistir!

O livro que quase me fez desistir, rs...


O tipo de origami que eu mais gosto de fazer está incluso numa ramificação chamada KUSUDAMA, kusu (remédio) dama (bola).
Os Kusudamas são origamis modulares, ou seja com várias peças que se encaixam, colam ou costuram formando uma coisa só no final. Geralmente eles ficam num formato circular e antigamente eram utilizados para colocar remédios ou ervas aromáticas/medicinais dentro. Eram pendurados com cordões que tem um simbolismo de que, considerando o kusudama como uma esfera de energia de cura, os cordões serviam para transportar e direcionar essa energia para a pessoa ou ambiente. Normalmente esse cordão é finalizado com um pompom de fios que ajudam a espalhar a energia do kusudama.
Eu nunca fiz nenhum com ervas ou remédio, sempre recheio os meus com amor e carinho mesmo e  transformo num enfeite de pendurar, de mesa ou algo assim, rsrs...
Eu particularmente prefiro fazer origamis/kusudamas só no encaixe, sem cola. Porém quando são presentes ou enfeites de pendurar, opto por utilizar um pouco de cola para que não haja risco de desmontar e para que durem mais, já que o tempo também desgasta o papel.

O Origami de Hoje: Foi feito para minha melhor amiga, Dani que fez aniversário dia 29/03 e eu ainda não tinha conseguido dar um parabéns decente e pessoalmente... Shame on me!
Hoje tivemos um almoço japonês agradabilíssimo e eu pude entregar meu presente, que foi feito especialmente para ela! Pena que o tempo passou tão depressa...
Trabalhei com tons de verde, azul e roxo. E o fio que usei é lilás embora em algumas fotos pareça rosa.






Os origamis desse enfeite são:

Kusudama Electra de David Mitchell: Composto por 30 peças e feito em papel coreano (5x5). Fica lindo e o que eu mais gosto nele é a formação das estrelas e essa possibilidade de colocar outro origami dentro, no caso eu coloquei um tsuru (passarinho), remetendo a uma gaiola. Mas poderia ser outra coisa qualquer, até mesmo outro kusudama.



Diagrama

Vídeo



Kusudama Loop de Saburo Kase: Composto por 06 peças e feito em papel coreano brilhante (5x5). Esse origami pode ser composto por mais módulos, mas eu optei por 06 porque utilizei como peça secundária, então queria menor e mais delicado. Ele também fica lindo quando feito com papel dupla face porque essas "voltinhas" ficam da cor do verso do papel. Esse kusudama foi um dos primeiros que eu aprendi, não sei se foi por isso mas eu achei ele com um grau de dificuldade meio alto, rs...



Diagrama


Vídeo


Tsuru: Bem famoso esse passarinho, existe uma lenda japonesa sobre as origens e a história dele. Vou colocar logo abaixo do vídeo explicativo para quem tiver tempo e paciência de ler! É uma história linda!


Diagrama


Vídeo









quarta-feira, 3 de abril de 2013

Jogos: Happy Wheels


Sobre a Seção: Finalmente uma seção sobre jogos aqui no blog! Eu amo jogos... Console, computador, celular, cartas, tabuleiro, quebra cabeça e o raio que apareça, rs.
Comecei até a fazer um curso técnico de design de games numa escola especializada, porém faltando pouco para terminar precisei trancar.
Eu gostava demais das aulas, mas eu já estava formada em P.P e conforme o tempo ia passando, eu fui caindo na real e percebendo que aquilo era algo muito técnico e específico, que me limitaria bastante no mercado de trabalho e que no Brasil dificilmente me traria um futuro promissor, e ainda que estivesse fora daqui, seria bastante trabalhoso. Como era um curso caro e eu não podia mais me dar ao luxo de investir em algo que eu infelizmente havia parado de acreditar, precisei trancar. Uma pena...

Mas é isso... Provavelmente aqui eu vá preferir abordar os joguinhos mais simples da internet para todo mundo poder brincar e opinar. Porém caso apareça alguma outra novidade ou curiosidade que fuja disso mas ainda se enquadre no assunto "games" eu posto também ok?
Eu já tinha feito um post aqui sobre Max Payne, mas como era um vídeo, estava em outra categoria, mas agora estará em jogos também ;)

Sobre o jogo: Primeiramente o post já abre tocando música. Eu sei que é chato, mas não tenho como tirar isso, se te irrita já clique logo abaixo em options >> mute sound.
Minha estréia aqui é com o "Happy Wheels", um jogo divertido mas meio difícil de conseguir terminar uma fase sem morrer...


Imagino que existam mais garotos do que garotas jogando Happy Wheels, já que ele é bem sangrento e bizarro... Mas não posso fazer nada, quem acompanha o blog ou me conhece já sabe que eu gosto dessas coisas de terror, sangue, zumbi, aberrações e etc, rs...
Esse jogo consiste em... Bom, não sei bem em que ele consiste, porque toda vez que eu jogo eu fico distraída com os machucados, fraturas, esguichos de sangue e coisas estranhas que o boneco faz, ao invés de jogar sério, mas ok! Tem vários personagens loucos e uma fase mais sem noção que a outra, tudo aberto sem precisar destravar.
Bom, essa versão que eu coloquei aqui é demo, porém bem completo, da pra passar um bom tempo nele.
Mas quem curtir e quiser mais, nesse site aqui tem ele disponível em versão full sem precisar baixar nada, com todos os personagens e telas e super rapidinho de carregar ok?

Não recomendado para menores de 16 anos.


Mais Jogos de Ação e Aventura no Click Jogos

quarta-feira, 6 de março de 2013

Gastronomia: Outback Center norte / V.Guilherme

Sobre a Ocasião: Normalmente as únicas ocasiões em que eu tenho paciência de arriscar comer no Outback da Vila Guilherme, são nos dias em que eu acordo tarde, sei que vou chegar lá num horário intermediário entre almoço e janta, e pegar menos tempo na espera. E nesse dia foi assim, por isso foi bem rapidinho.
Essa rede aqui em SP é bem famosa, mas essa unidade especificamente se encontra dentro do estacionamento do shopping Center Norte, que é um shopping tão lotado que eu evito ao máximo sequer me aproximar dele.
Juntando isso com o fato de o Outback ser um ótimo restaurante, é praticamente impossível chegar lá num horário de pico e pegar mesa rápido. Se você der sorte de conseguir estacionar o carro, ainda assim vai receber uma senha de fila de espera, (que na verdade é um treco que apita acende e vibra quando chega sua vez) e passar um boooom tempo aguardando.
Eu ja fui em outras unidades menos lotadas, mas de qualquer forma, são lugares sempre com bastante movimento.


Sobre o Local: O Outback Steakhouse, é uma rede de restaurantes especializada em cortes de carnes e que apesar de ter temática australiana foi fundado na Flórida, em 1988 e tem mais de 900 unidades distribuídas em 21 países.

Eu ja conheço o Outback faz bastante tempo, e imagino que a maioria das pessoas também já tenha pelo menos ouvido falar. Mas resolvi fazer esse post porque acho que é um lugar que realmente merece ser mencionado e conhecido.
O ambiente é uma delícia! Iluminação baixa, capricho na decoração, músicas australianas, tudo lindo!

O atendimento também é outro fator diferenciado e que merece ser mencionado. Os atendentes, vestidos à carácter, são instruídos a se apresentarem à mesa, agachar na altura do cliente e explicar sobre as características do local, cardápio e dar as informações que forem necessárias, tanto para quem esteja lá pela primeira vez quanto para quem apenas queira alguma indicação de prato ou qualquer coisa do tipo.

Para quem bebe refrigerante, o Outback trabalha com o maravilhoso sistema de refil. Ou seja, paga-se um valor que se eu não me engano é de R$7,00 e alguns centavos e bebe-se à vontade até explodir!rs...
Os garçons passam pra lá e pra cá o tempo todo com um monte de canecões cheios de refri com gelo e vão trocando as canecas de todo mundo quando eles vêem que o líquido já está pela metade ou menos...

Outra maravilha do Outback é o pãozinho de mel (salgado ok?) com manteiga caseira que servem de entrada e por conta da casa! É delicioso... O pão vem tão quentinho e cheiroso! Se não trouxerem na mesa logo de cara, é só pedir!

O cardápio, apesar de ser especializado em cortes de carne, é bem variado. Tem lanches, frutos do mar, entradas especiais, massas, saladas e etc. De tudo um pouco e para todos os paladares! Os pratos são bem servidos e muito gostosos, pelo menos eu nunca comi nada que não fosse.
Eu acho que pela qualidade e exclusividade de alguns pratos, os valores estão ótimos.



Bom, no site do Outback, é possível encontrar o menu na íntegra, mas para facilitar fiz um resumo contendo apenas os itens que consumimos neste dia.




De entrada, além do pãozinho que eu já mencionei, pedimos as Aussie Cheese Fries, que junto com a Bloomin' Onion (cebola gigante empanada e dourada com molho), é a entrada mais tradicional de lá. Apesar de ser algo simples é delicioso. As batatas vêm bem rústicas até com uns pedacinhos crocantes da casca e são cremosas e inigualáveis. E o molho que vêm junto então é outra delícia...Vale a pena!

O prato que pedimos, Outback Rack, é ótimo! Já conhecíamos e repetimos porque realmente gostamos. É possível escolher o ponto da carne, que por sua vez é bastante saborosa e vem descolando do ossinho. Vem junto um molhinho de canela salgado que é muito bom também.
Outro prato bem famoso por lá e que eu gosto muito, é a Ribs On The Barbie, uma costela de porco no molho barbecue grelhada e defumada. Vem com um outro molho separado de maçã e canela que eu não gosto porque não como doce com salgado. Mas o restante é perfeito. Eu digo isso por que eu não costumo gostar de costela, mas as de lá, de fato são diferentes.
Esse prato que pedimos, dava direito a um acompanhamento, e optamos pelo Arroz Tasmânia, que é um arroz bem temperadinho com champignon e amêndoas.

A variedade de sobremesas do cardápio não é muito grande, e nada me chamou muita atenção, então acabamos comendo depois no shopping mesmo.

E ai, deu fome?






Não dou cinco estrelas porque como eu disse a fila de espera normalmente é desanimadora.




terça-feira, 5 de março de 2013

Look do Dia: Candy Colors

Sobre o Look: Me vesti assim para ir almoçar, dar uma volta no shopping e tomar um café.
Essa tendência de tons pastel está em alta agora, mas eu sempre gostei. Acho que da leveza ao look. Eu costumo usar bastante candy color no design do blog :)
Eu ganhei essa calça do namorado e fiquei apaixonada por ela. Eu amo essa cor, é a minha favorita, e eu a chamo de "cor de pequena sereia" hahaha... Não sei se na foto parece meio azul, mas não é, é um verde menta. Apesar de ser uma "cor fresquinha" e com cara de verão, ainda é uma calça. E com o calor demoníaco que anda fazendo eu não estou tendo muitas oportunidades de usar.
A blusa não da para ver direito, mas tem uns bordados em perolazinhas na frente e detalhes nas mangas que as deixam mais estruturadas.
A bolsa colorida foi para dar um pouco de contraste de cores e formas no visual, pois apesar de ter os tons das roupas, brinca também com tons opostos.
A sandália é a mesma que eu usei no look anterior a esse.








Blusa: Gatabakana
Calça cor de pequena sereia: Renner
Bolsa colorida: Chenson
Sandália de couro e madeira: Goofy


Sobre o Estilo/Estampa: As Candy Colors ou tons pastel, são essas cores mais clarinhas com cara de sorvete, cupcake, marshmallow e todos esses docinhos deliciosos e lindos!
Essa tendência deixa o visual mais delicado, feminino e pode ser utilizada de diversas formas: tom sobre tom, color blocking, uma peça só como ponto de cor e etc...
Essas cores deixam look mais agradável e literalmente mais doce <3









segunda-feira, 4 de março de 2013

Filmes: Especial favoritos do Oscar-->> Os Miseráveis





Sobre a Ocasião: Ô Jizuis to com um monte de filmes atrasados para postar. Acontece que eu andei meio obcecada em assistir todas as principais produções indicadas ao Oscar e obviamente ainda não consegui ver tudo foi acumulando... Mas enfim!
Esse filme foi um dos meus dois favoritos e eu assisti em duas ocasiões... Sim! Fui ao cinema e paguei duas vezes com sorriso no rosto e toda boa vontade do mundo... Cara fazia muito tempo que isso não acontecia! Sei lá acho que desde algum Harry Potter aí, hahaha...
Aliás esse filme realmente conseguiu arrancar outra coisa praticamente impossível de mim: Lágrimas! Ok, não foram muitas e não solucei nem nada, mas já é muito para alguém como eu! Eu quase nunca me emociono a esse ponto, porque quando eu assisto alguma produção, eu vejo tudo com um olhar bastante crítico e racional...  E olha que eu assisto muuuito filme hein?! A última vez que eu me lembro de isso ter acontecido foi assistindo o Littlefoot em "Em Busca do Vale Encantado" kkk... E eu devia ter uns 6 anos, juro!
Nem consigo enumerar as razões pelas quais eu quis assistir à esta produção, mas vamos às principais: elenco de peso, direção respeitável, adaptação de um clássico e eu já tinha assistido uma versão desse filme que tinha gostado bastante.

Sobre o Filme: Nem sei como elogiar uma produção dessas sem ser piegas ou redundante.
Gente! Que coisa mais maravilhosa, que trabalho minucioso, sensacional e de bom gosto. É artisticamente delicado e intenso ao mesmo tempo. É uma mistura de sentimentos despertados que se completam, se encaixam e se explicam em cada cena. Faz rir, chorar, questionar, torcer, temer, se revoltar, perdoar, sentir pena e inúmeras outras sensações que se espremem nessas maravilhosamente trabalhadas quase três horas de cenas.
A produção é uma adaptação de um musical que se baseia em uma das obras mais famosas de Victor Hugo. E retrata no ápice da Revolução Francesa do século XIX, a história de Jean Valjean um homem que passou muitos anos preso por roubar um punhado de pão, e por conta disso leva uma vida de perseguição tentando se redimir e recomeçar. Muitas pessoas e situações inesperadas cruzam seu caminho, cada qual deixando marcas e lições que aos poucos vão remoldando o caráter e os destinos de Jean Valjean.
Conseguiram com certeza unir a essência mais bela de um musical com o melhor da tecnologia cinematográfica. Se você não gosta de musicais, dê uma chance a esse! É um bom começo para mudar de opinião.

A fotografia grandiosa, a ambientação e cenários de época ficaram perfeitos, os figurinos estão caprichadíssimos. A primeira cena é tão impactante, e de uma carga emocional incalculável. O filme já me ganhou à partir daí. A maquiagem então... Não foi à toa que levou o Oscar. Tem momentos no filme em que os atores ficam irreconhecíveis.
Trilha sonora nem sei o que dizer... Foi tudo gravado em cena, ao vivo, sem playback. Músicas maravilhosas, de uma qualidade e cuidado que estão em falta atualmente. Traduziram poética e melodiosamente cada emoção, cada momento!
A direção foi muito competente e esmerada, inclusive lamentei no post anterior por  não ter concorrido nessa categoria.
Agora, as atuações... Ah, que deleite, essas sim me surpreenderam positivamente! Todo mundo deu show!
Eu sempre gostei do    mas para mim ele ainda era meio que um cara preso no corpo do Wolverine, rs... E não que eu duvidasse do potencial dele, mas eu jamais pensaria em coloca-lo num papel como esse. Eu nem sabia que ele cantava! No entanto me enganei feio, ele encarnou o personagem da forma mais expressiva e bela que alguém poderia fazer.
 teve uma participação de coadjuvante, porém fundamental e também ganhou ainda mais meu respeito. Me acostumei a vê-la em produções mais mornas e sem muitas exigências artísticas, porém dessa vez ela teve a chance de mostrar a que veio e fez bonito. Convincente, emocionante e cantou muito!
 é minha atriz favorita. O que dizer? Espetacular, inesperada e bizarra (no bom sentido) como sempre!
. Sim! O Borat... Confesso que não curtia muito a "irreverência" do Borat, mas como foi bom poder vê-lo num filme de verdade, rs... Divertidíssimo e irreconhecível!
 Estava ótimo. Cantava um pouco menos que os demais, mas independente de qualquer coisa agarrou Javert, seu personagem com unhas e dentes e transmitiu fielmente a melancolia e desespero que lhe eram próprias.
. Cantou com a voz de um anjo, fez uma interpretação doce e apaixonada! Ja gostava das atuações dela, mas não sabia que cantava tanto.
Bom, essas foram as principais e mais conhecidas participações, mas eu gostaria de parabenizar também o restante do elenco, pois existem muitas cenas no filme em que aparecem incontáveis pessoas cantando e atuando. São figurantes ou coadjuvantes, mas também são artistas excepcionais e foram tão essenciais quanto os protagonistas para tornar esse trabalho tão lindo. Não tenho como mencionar cada um, mas deixo registrada minha admiração e agradecimento por me presentearem com essa obra de arte.






Minhas impressões sobre o Oscar!

A Cerimônia do Oscar aconteceu domingo, dia 24/02/2013 to meio atrasada mas não podia deixar passar o assunto, e depois ainda pretendo falar individualmente dos filmes favoritos, mas vamos lá!
Eu vi bastante gente daqui do Brasil criticando, falando que foi tudo marmelada, que acharam injusto e etc.
Eu não achei, e imagino que quem diga isso não tenha total conhecimento das produções ou embasamento técnico! É claro que nem todos os prêmios foram dados aos meus favoritos e que eu também não concordei com algumas coisas, mas isso é normal, é quase impossível ter 100% de aceitação, além disso remete à minha opinião pessoal e sendo assim não me sinto apta para julgar profissionalmente detalhes e minúcias específicas que cabem apenas à equipe da academia.

Acho que boa parte das críticas se deram por conta de que as maiores apostas para o Oscar de melhor filme estavam entre "Lincoln" e "Argo". Ambos bastante patriotas com a história dos EUA...
Eu concordaria com as reclamações, mesmo porque meus favoritos eram "Os Miseráveis" e "Django Livre". Porém, eu deixei um pouco a emoção de lado e observei pelo aspecto técnico. Acabei concluindo e imaginando que não ganhariam pelas seguintes razões: no caso de "Os Miseráveis", apesar de ter sido impecável como é baseado  num clássico da literatura, não era um roteiro original. Aliás é uma história já "manjada" mundialmente em teatros, musicais e cinemas.
E no "Django" o roteiro foi incrível e o filme ficou sensacional também, porém já existem diversos "Djangos", não é um personagem historicamente novo (apesar de ter praticamente renascido nas mãos do Tarantino). Além disso não é de hoje e é de conhecimento geral que Quentin Tarantino é uma figura bastante polêmica e não se destaca entre os queridinhos da academia.

Bom, os outros cinco eu não achei mesmo que mereciam ganhar... Então, por coincidência ou não ficaram "Argo" e "Lincoln", ambos retratando alguma parte da história estadunidense.
"Argo" ganhou! Não queria, tive esperanças pelos meus dois favoritos até o fim, ou melhor, até ver Michelle Obama no telão, rs mas tudo bem... Me conformei pelos motivos que especifiquei acima...
De qualquer forma, também preferi "Argo" à "Lincoln". Achei mais dinâmico, interessante e descontraído.

E em geral me surpreendi com o resultado final dos prêmios, não achei tão previsível. "Lincoln" mesmo por exemplo que tinha o maior número de indicações foi um dos menos premiados.


O que eu menos gostei: 

1- Seth MacFarlane apresentando. Não sei de quem foi a ideia  mas achei amador, de mal gosto e fora de contexto no caso de uma cerimônia tão elegante como essa. Tanta gente com mais credibilidade e classe...

Seth cantando sobre as atrizes que mostraram os seios em filmes...
Ok, essa parte foi engraçada até, rs...


2- "Valente" ganhando prêmio de melhor animação. Poxa vida não que não seja bom, mas queria que "Frankenweenie" tivesse ganho. Uma produção em stop motion (que é algo super trabalhoso e demorado de se fazer), dirigido por Tim Burton, com o charme de ser preto e branco e inspirações de Frankenstein perder?

3- Melhor ator para Daniel Day-Lewis. Eu sei que o cara tava muito bem e que já tinha a vitória quase certa, mas gente... O Hugh Jackman merecia tanto! Eu tinha uma imagem equivocada desse ator. Apesar de já ter visto outros filmes bons com ele, ele continuava meio rotulado de eterno "Wolverine" na minha mente. Mas nesse filme ele deu um show de atuação e música, se transformou de verdade. Deu para sentir o esforço artístico em cada cena.

Um pouco sobre o papel de Hugh Jackman em "Os Miseráveis". 
Maquiagem, produção etc.


4- Jennifer Lawrence como melhor atriz. Achei que ela trabalhou bem no filme, mas nada de excepcional. Jamais melhor do que a idosa Emmanuelle Riva ou ainda a pequena Quvenzhané Wallis. Pra falar a verdade achei o filme "O lado bom da vida" em geral meio superestimado.

5- Achei que a categoria de melhor diretor foi meio boicotada hein?! Cadê o Quentin Tarantino e o Tom Hooper academia?

6- Faltaram prêmios sonoros  e visuais para "Django" e "Os Miseráveis", rs



O que eu mais gostei: 

1- A performance musical envolvendo o elenco de "Os Miseráveis"


Lindo! Ao vivo deve ter sido ainda mais emocionante!


2- Prêmio de melhor ator coadjuvante para Christoph Waltz. Foi um dos melhores momentos, torci MUITO por ele. Esse cara é genial, já tinha ganho um, ganhou o segundo e merece muitos outros. E ainda foi humilde e fez questão de apontar e creditar Tarantino pela obra prima.


3- Daniel Radcliffe e Joseph Gordon-Levitt cantando e dançando no palco. Inusitado e divertido!



4- "Os Miseráveis" vencendo melhor maquiagem, cabelo e mixagem de som.

5- "Amor" vencendo melhor filme estrangeiro.

6- Prêmio de melhor atriz coadjuvante para Anne Hathaway. Mereceu muito, saiu lindamente da zona de conforto dos filmes "água com açúcar".

Anne fala sobre "Os Miseráveis" e sua personagem, Fantine.


7- Amei ver Quentin Tarantino recebendo o prêmio por melhor roteiro original. Ahhhh achei tão injusto quando a academia o deixou de fora do prêmio de melhor diretor. Mas ele deu um jeito de ganhar mesmo assim! Subiu lá todo gente-fina elogiando os atores e passando por cima da hipocrisia. Foi lindo!



8-  O empate de melhor edição de som entre: "A hora mais escura" e "Skyfall". Nada de mais nisso, só achei interessante porque não sabia que era possível e nunca tinha visto ao vivo.

9- Jennifer Lawrence caindo. Foi inesperado e engraçado!



Indicados e Vencedores:


Melhor filme
Argo
Django Livre
As Aventuras de Pi
Lincoln
A Hora Mais Escura
Os Miseráveis
O Lado Bom da Vida
Indomável Sonhadora
Amor

Melhor ator
Daniel Day-Lewis - Lincoln
Joaquin Phoenix - O Mestre
Denzel Washington - O Voo
Bradley Cooper - O Lado Bom da Vida
Hugh Jackman - Os Miseráveis

Melhor atriz
Jessica Chastain -A Hora Mais Escura
Naomi Watts - O Impossível
Jennifer Lawrence - O Lado Bom da Vida
Emmanuellle Riva -Amor
Quvenzhané Wallis - Indomável Sonhadora

Melhor ator coadjuvante
Alan Arkin - Argo
Philip Seymour Hoffman - O Mestre
Tommy Lee Jones - Lincoln
Christoph Waltz - Django Livre
Robert De Niro - O Lado Bom da Vida

Melhor atriz coadjuvante
Amy Adams - O Mestre
Sally Field - Lincoln
Anne Hathaway - Os Miseráveis
Helen Hunt - As Sessões
Jacki Weaver - O Lado Bom da Vida

Melhor diretor
Ang Lee - As Aventuras de Pi
Steven Spielberg - Lincoln
Michael Haneke - Amor
David O. Russell - O Lado Bom da Vida
Benh Zeitlin - Indomável Sonhadora

Melhor roteiro original
Mark Boal - A Hora Mais Escura
Quentin Tarantino - Django Livre
Michael Haneke - Amor
Wes Anderson, Roman Coppola - Moonrise Kingdom
John Gatins - O Voo

Melhor roteiro adaptado
Chris Terrio - Argo
Lucy Alibar, Benh Zeitlin - Indomável Sonhadora
David Magee - As Aventuras de Pi
Tony Kushner - Lincoln
David O. Russell - O Lado Bom da Vida

Melhor filme em lingua estrangeira
Amor (Áustria)
O Amante da Rainha (Dinamarca)
Kon-Tiki (Noruega)
No (Chile)
War Witch (Canadá)

Melhor longa animado
Valente
Frankenweenie
Detona Ralph
ParaNorman
Piratas Pirados!

Melhor trilha sonora original
Dario Marianelli - Anna Karenina
Alexandre Desplat - Argo
Mychael Danna - As Aventuras de Pi
John Williams - Lincoln
Thomas Newman - 007 - Operação Skyfall

Melhor canção original
"Before My Time" - Chasing Ice
"Everybody Needs A Best Friend" - Ted
"Pi's Lullaby" - As Aventuras de Pi
"Skyfall"- 007 - Operação Skyfall
"Suddenly" - Os Miseráveis

Melhores efeitos visuais
O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
As Aventuras de Pi
Os Vingadores
Prometheus
Branca de Neve e o Caçador

Melhor maquiagem
Hitchcock
O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
Os Miseráveis

Melhor fotografia
Anna Karenina
Django Livre
As Aventuras de Pi
Lincoln
007 - Operação Skyfall

Melhor figurino
Anna Karenina
Os Miseráveis
Lincoln
Espelho, Espelho Meu
Branca de Neve e o Caçador

Melhor direção de arte
Anna Karenina
O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Lincoln

Melhor documentário
5 Broken Cameras
The Gatekeepers
How to Survive a Plague
The Invisible War
Searching for Sugar Man

Melhor documentário em curta-metragem
Inocente
Kings Point
Mondays at Racine
Open Heart
Redemption

Melhor montagem
Argo
As Aventuras de Pi
Lincoln
O Lado Bom da Vida
A Hora Mais Escura

Melhor curta
Asad
Buzkashi Boys
Curfew
Death of a Shadow (Dood van een Schaduw)
Henry

Melhor curta animado
Adam and Dog
Fresh Guacamole
Head over Heels
Maggie Simpson in "The Longest Daycare"
Paperman

Melhor edição de som
Argo
Django Livre
As Aventuras de Pi
007 - Operação Skyfall
A Hora Mais Escura

Melhor mixagem de som
Argo
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Lincoln
007 - Operação Skyfall






sexta-feira, 1 de março de 2013

Vídeos : David Bowie LANÇAMENTO “The Stars (Are Out Tonight)” + "Changes"

Estou bastante ansiosa pelo disco novo do David Bowie, também conhecido como "Camaleão do Rock", também conhecido como "um dos meus cantores favoritos", rs. Nem vou me prolongar na história de Bowie porque tem muita coisa e ele é genial demais para ser resumido. Mas recomendo infinitamente!
O álbum, The Next Day foi lançado ontem na rede mas chegará às lojas físicas dia 12/03.
A capa é uma sátira utilizando a foto do álbum Heroes, lançado em 1977 apenas riscando o título original e substituindo pelo novo dentro do quadrado branco. Achei interessante, significa que não importa o tempo que passe ou o quanto tentamos, nunca conseguimos nos libertar do nosso passado. Além disso faz menção ao próprio título que em português significa "O dia seguinte".


O vídeo "The Stars" (Are Out Tonight)" faz parte desse novo trabalho, conta com a participação da ótima atriz Tilda Swinton e foi lançado essa semana.




E deixo também um bônus de uma performance ao vivo de uma das músicas mais lindas do Bowie, "Changes" (toca no filme Shrek 2 uma versão de Butterfly Boucher & David Bowie!!) para quem não conhece ou para quem conhece mas quer matar as saudades...^^










quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Especial mais bem vestidos e mais bizarros do Oscar 2013

Bom, o Oscar para pessoas cinéfilas como eu, é um evento bastante especial, por isso eu sempre espero por ele ansiosa. Mas acho a maior parte do red carpet, um tédio impregnado de futilidade e falsidade, por isso eu ia me limitar a falar aqui só sobre os filmes e detalhes técnicos.
Mãããs como eu também sou mocinha e gosto de moda e estilo,  resolvi abordar de forma breve apenas o que mais me agradou e o que achei bizarro no quesito visual, rs... Lembrando que é minha opinião pessoal ok?


Mais bem vestidos do Oscar:





    Amy Adams veste Oscar de la Renta.
 Cor neutra contrastando com o corte que
    é mais exuberante. Tem um ar romântico.





 Amanda Seyfried veste Alexander McQueen.
Simples sem deixar de ter classe.






Jessica Rabit Chastain veste Armani Privé.
Um dos mais lindos na minha opinião.
Sexy sem ser vulgar e totalmente apropriado.





Kelly Osbourne veste Tony Ward Couture. 
Bonito. Gostei do caimento fluído.




Daniel Day Lewis veste Domenico Vacca.
    Saiu do óbvio e surpreendeu na cor.




Daniel Potter Radcliffe veste Prada.          
Dia de usar roupa de trouxa ^^ Ótimo caimento. 




Samuel L.Jackson veste Giorgio Armani.
Achei estiloso e diferente. O tecido também
fugiu do básico.




Norah Jones veste Tadashi Shoji.
Não costumo gostar de um ombro só
mas esse eu achei lindo, estilo grego, 
com caimento e corte ótimos.




    Jamie Foxx e a filha Corinne Bishop vestem Calvin Klein.
    Os dois estão ótimos, conseguiram ficar
    fora da mesmice mas sem exageros.




Halle Berry veste Versace feito sob 
medida e inspirado nas Bond Girls, chique, 
diferente, estruturado... Achei de gosto meio duvidoso 
logo de cara, mas depois acabei cedendo e curtindo.




Stacy Keibler veste Naeem Kahn.
Todinho trabalhado à mão, chiquérrimo.




Mais bizarros do Oscar:




Helena Bonhan Carter veste Vivienne Westwood.
Como sempre com o seu bem loka style e de cabelo desgrenhado.
Desculpa Helena, apesar disso você ainda é minha atriz favorita ok?





Eddie Redmayne veste Alexander McQueen.
A roupa ta ok, ta elegante, mas crendeuspai
que sapato feio e fora de contexto é esse criatura?
Tem uma caveirinha desenhada em cima? É isso mesmo produção?





Brandi Glanville veste ela mesma.
Essa moça era de um reality show ou algo do gênero
e desenhou o próprio vestido, é da grife dela.
Tá explicado né?
Acho que ela ficou chateada por não concorrer em nenhuma 
categoria e quis aparecer de outras formas...
Coisa mais desnecessária e vulgar pra uma ocasião tão classuda.




Jennifer Hudson veste Roberto Cavalli.
Achei esse vestido muito cafona, e com esse cabelo 
escorrido pesou mais ainda o visual.
Parece a Mística do X-men vestida para o Oscar O.o'




Naomie Harris veste Michael Badger.
Esse vestido me lembra uma girafa,
além disso essa fenda ta beeem perigosa.





Sunrise Coigney veste Zero + Maria.
Medonho! Se essa moça tinha alguma curva 
ela conseguiu sumir com qualquer evidência disso.
Parece que amarrou um pano por baixo de uma blusa
que tava grande. Ta tudo feio!





Zoe Saldana veste Alexis Mabille Couture.
Muita informação desnecessária! 
Flores, cinto, laço, assimetria, degradé...




Melissa McCarthy veste David Meister.
Não acho que estar acima do peso é motivo pra se cobrir tanto.
Muito pano sobrando acaba dando mais volume ainda
e deixando de realçar as curvas. E essa cor é triste, deixa o visual
literalmente mais pesado '__'




Jennifer Garner veste Gucci.
Achei muito comum e sem graça a cor e a parte da frente,
já a parte de trás achei que parece uma sobra de tecido
que esqueceram de cortar fora. Muito feio!




Ron MacFarlane (o pai do apresentador) e a esposa Xiao Xing.
Ele de kilt, crocs e cabelo de Einstein. E a mulher de gueixa.
Sem comentários né?




Anne Hathaway veste Prada.
Não me conformo que essa moça não teve nenhum amigo
pra avisar que a costura do peito estava dando essa impressão bizonha
de faróis eternamente acesos.
Fora isso esse colar virado pra trás misturando com a alça cruzada
também está desnecessário, se fosse só a gargantilha seria melhor.
Também não gostei da faixa pendurada. Talvez um laço?
E muito sem graça essa cor de palmito.






sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Vídeos: Especial Carnaval FAIL

Eu não gosto de carnaval! Ou melhor, não gosto do que se tornou o carnaval... Não gosto dos excessos, da vulgaridade, das músicas e etc.
Nem vou me prolongar, já que o próprio vídeo traduz fielmente minha opinião. Não é um vídeo novo, mas de qualquer forma é sempre bom lembrar...






Algumas tirinhas de bônus
















Graças aos céus vou viajar pra um lugar onde desfiles e essas palhaçadas são proibidos e vou ter sossego... Até a volta! ^^